Itália, a Famosa Cidade dos Marcos Literários

Num país abençoado com lindas cidades, poucos discordariam de um fato: a viciante e charmosa Roma estão acima de todas. No século XVIII, visitantes vieram do norte da Europa, e Roma provou também ser irresistível para os românticos ingleses: John Keats, Lord Byron, Percy Bysshe Shelley, Mary Shelley.

O escritor americano Nathaniel Hawthorne escreveu seu clássico o fauno de mármore depois de dois anos na “Cidade Eterna”, usando uma escultura dos Museus Capitolinos como gancho para explorar seus pensamentos sobre arte e cultura. Veneza também provou ser um cenário encantador para escritores estrangeiros.

Mais uma vez, Byron e Shelley estiveram presentes, enquanto Henry James situou As asas da pomba na cidade nos anos 1880. Herman Melville, autor de Moby Dick, também foi conquistado e escreveu em seu diário: “Prefiro estar em Veneza num dia chuvoso do que em qualquer outra capital em um dia bom”.

O sentimental Do outro lado do rio, entre as árvores, de Ernest Hemingway, se passa na Veneza do pós-guerra, mas talvez a ficção veneziana arquetípica seja Morte em Veneza, de Thomas Mann, na qual a própria cidade conspira para esmagar o que resta de vida no protagonista Aschenbach.

Durante os anos em que o Grand Tour era prática da elite, Florença também esteve na moda, e para ela foram mais ingleses e americanos do que franceses (Stendhal, Germaine de Staël). Byron também esteve por ali, assim como os Shelley — o filho do casal nasceu na cidade e recebeu o nome de Percy Florence Shelley por conta da afeição dos pais por ela.

Em 1847, chegaram Robert e Elizabeth Barrett Browning — Elizabeth morreu ali em 1861. Entre 1868 e 1869, veio Dostoiévski, endividado e sem saber italiano, mas fascinado pela cidade que chamou de “Paraíso’: No ano em que ele partiu chegou Hemy James, cuja estada inspirou o retrato de uma dama e assim continuou na era moderna, com escritores europeus e americanos vindo às três cidades em busca, de inspiração.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *